g.e. Glória

Glória

Nosso Estádio - Altos da Glória

Uma boa amostra do espírito de superação característico do Grêmio Esportivo Glória pode ser observada no processo que envolveu a construção de seu estádio, o Altos da Glória. Cansados de sofrer no campo da rua Campos Sales, os sócios do clube organizaram uma comissão para solicitar à Prefeitura a cessão de um terreno para a construção de um estádio, em 1962. Alguns meses depois, a Câmara de Vereadores aprova a doação do terreno localizado na Avenida Militar e, ainda naquele ano, é realizado o lançamento da pedra fundamental.

Lançamento da pedra fundamental do Altos da Glória, em 1962.

Os anos seguintes foram de muito trabalho: o terreno, misto de pedreira e banhado, era motivo de risos entre os adversários, que duvidavam que um campo de futebol pudesse ser construído em condições tão adversas. Mas em 1963 inicia-se o trabalho de terraplenagem, que prossegue em ritmo lento até sua conclusão, em 1968. A partir daí, começa a etapa do serviço de motonivelamento, finalizado em 1971.

Para os que duvidavam da realidade de um estádio sobre o banhado, o Glória respondia com o início do plantio da grama, em 1972, ao mesmo tempo em que era providenciado o alambrado. Aos poucos, a casa do “Leão” tomava forma, e em 15.11.1973, aniversário de 17 anos do clube, são oficialmente inaugurados o campo do Altos da Glória e a sede social com um torneio disputado por times formados pelos sócios, o qual foi vencido pela Equipe B.


Inauguração solene do estádio Altos da Glória

Conforto: automóveis no interior do Altos da Glória

Em 1976, ano do ingresso no profissionalismo, começam as obras do primeiro módulo de arquibancadas, mas o time ainda tem que mandar seus jogos pela Copa Governador no Municipal Francisco Guerra. A pequena estrutura para a acomodação dos torcedores permite a disputa de jogos oficiais profissionais a partir de 1979. Como diferencial, o estádio possibilitava o acesso de automóveis ao seu interior, permitindo que os torcedores assistissem aos jogos protegidos da chuva e do frio.


O começo da década de oitenta presencia a realização de várias melhorias, como a construção das cabines de imprensa. Em 1985, ambicionando alcançar a primeira divisão, a direção providencia a cobertura das arquibancadas e inaugura o sistema de iluminação do estádio realizando um amistoso contra o Internacional. No mesmo ano, começa a construção das gerais, o que aumenta a capacidade do estádio em cerca de 1.500 lugares a partir de 1986.


Cada vez mais forte, o Glória começa a construção do segundo módulo de arquibancadas em 1987, e no ano seguinte investe no terceiro módulo. Um setor das mesmas é destinada para a locação de cadeiras, e é com esta conformação que o estádio Altos da Glória passa a receber jogos da primeira divisão em 1989, ano em que registra o maior publico de sua História, ocorrido em 30.04.1989, quando 8.510 torcedores assistiram a Glória 1X2 Grêmio.


Nos anos noventa, o clube investe em sua área social, construindo junto à área do estádio um parque aquático que inclui piscina coberta, sauna e canchas para a prática de futebol society. Retornando as atenções para o estádio, as gerais são providas de cobertura para a disputa da Divisão de Acesso de 2002.


Passadas quatro décadas do lançamento de sua pedra fundamental, o Altos da Glória é motivo de orgulho para sua torcida e referência para os clubes do interior gaúcho. Com capacidade para receber 8.000 torcedores, um gramado de boas dimensões (110m X 75m) e com boa parte de suas arquibancadas dotada de cobertura, o Grêmio Esportivo Glória pode-se orgulhar de jamais ter tido seu estádio interditado. E para os que não acreditaram que o sonho era possível, ostenta no endereço da Avenida Militar, 5010, sua maior conquista em quase meio século de História: um grande estádio de futebol!


Parte do setor de Sociais do Altos da Glória.

Gostou? Compartilhe com seus amigos


© Grêmio Esportivo Glória
desenvolvimento 6i